Madeira na Construção Civil

Madeira na Construção Civil

A madeira ainda é uma das principais matérias primas na construção civil. Ou seja, ainda é uma ótima opção para sustentação e pode estar presente desde a fundação até o acabamento.

Mas, antes de escolher o seu material, saiba que é preciso ter bons fornecedores e certificar-se de que sua aquisição é legal. Lembre-se de conferir a responsabilidade legal do seu fornecedor e a origem de seu material.

Quer conhecer os diferentes tipos de madeira e suas utilidades? Então este artigo é para você. Continue lendo para saber mais!

 

Os diferentes tipos de madeira na construção civil

A madeira é bastante utilizada nos projetos de construção civil, seja por parte do arquiteto ou do próprio engenheiro. Mas, de maneira geral, existem alguns tipos de madeira que são mais utilizados para determinados fins.

Confira:

 

Champanhe, Peroba, Ipê e Teca

Esse tipo de material é mais utilizado quando há necessidade de que a madeira seja mais resistente a ação do tempo. Esses tipos de madeira costumam ser mais densos e também mais duradouros.

 

Aroeira, Macauba, Itaúba

Essas madeiras são mais utilizadas quando é necessário um suporte maior, ou seja, são mais fortes. Além disso, elas costumam ser mais resistentes a cupins.

 

Itaúba, Peroba-Rosa, Eucalipto, Pinnus

Na construção civil é comum que essas madeira sejam utilizadas bastante na formação da estrutura, justamente por sua resistência e facilidade de trabalho.

 

Além disso…

Além dos materiais citados acima existem ainda as madeiras que são utilizadas para os mais diversos tipos de acabamentos, entre elas:

 

Amescla:

Material fácil de ser manipulado e serrado, confere acabamento áspero.

 

Garapeira:

A garapeira é popular por ser um dos materiais mais fáceis de ser trabalhado. Além disso, o acabamento neste material costuma ser mais fino e menos áspero.

 

Maçaranduba

Esse material é usado quando há necessidade de que a madeira resista a umidade. Então, além do bom acabamento, outra característica relevante desse material é que ele pode ser usado tanto em decoração quanto na construção civil.

 

Pau-amarelo

O pau-amarelo é um material que apresente alta resistência à cupins e ao mesmo tempo é resistente ao clima e outras intempéries.

 

Sucupira

A sucupira é um tipo de madeira que não é tão simples de ser trabalhada, porém, confere bom acabamento e é resistente a fungos.

 

Quando e como usar

Já falamos aqui sobre os tipos de madeira e seus acabamentos. Mas, você sabia que o uso da madeira em seu projeto pode ir além de vigas e caibros?

A madeira é versátil e pode estar presentes em diversos ambientes, assumindo diferentes papéis. Então, além da estrutura, é possível usar madeira em:

  • Portas, janelas e batentes;
  • Pisos, assoalhos e tacos;
  • Vigas, dormentes, estacas e escadas;
  • Móveis, torneados, chapas e ferramentas;
  • Utensílios domésticos e peças decorativas.

 

Vantagens e desvantagens do uso da madeira:

A madeira é bastante popular, mas saiba que é preciso analisar quando realmente é interessante usá-la. Por isso, listamos as vantagens e desvantagem do uso da madeira na construção civil, para te ajudar no processo de escolha.

Vantagens:

 

  1. Custo e acessibilidade: geralmente a madeira é um insumo barato. Além disso, é possível trabalhar e aproveitar o material de diferentes formas, evitando o desperdício. Outra vantagem é a disponibilidade do produto no mercado, uma vez que ele já é usado na construção civil há bastante tempo.

 

  1.  Produto natural e seguro: a madeira, por ser um insumo natural, não é tóxica e não agride o meio ambiente.  A madeira também não oxida e apresenta boa resistência, sendo assim uma opção segura para estruturas e trabalhadores.

 

  1. Durável e isolante: ser um material que dura ao longo do tempo e que também é um isolante térmico com certeza é uma das principais vantagens da madeira. Ela é um isolante natural e pode reduzir consideravelmente os custos com ambientação de espaços.

 

Desvantagens:

  1. Sensibilidade ao ambiente: na hora de escolher a madeira que será utilizada em seu projeto é importante conhecer a durabilidade e resistência do material. Nem todas as madeiras são resistentes à umidade e podem acabar apodrecendo.

 

  1. Pragas: justamente por ser um material natural, uma de suas vantagens, a madeira está suscetível a pragas e fundos. Portanto, é preciso analisar o tipo de madeira e ambiente onde a mesma será empregada.

 

  1. É necessário manutenção: quando exposta, é preciso que a madeira seja tratada para manter o visual desejado. Logo é preciso tratar o material, seja aplicando verniz ou tratando-a de outras maneiras.

 

Conclusão

A madeira é um excelente insumo para a construção civil, mas é importante avaliar as diferentes características dos seus tipos na hora de escolher o seu material.

Ela pode ser usada tanto na estrutura quanto no acabamento, estando presente em diferentes etapas da construção.

Além disso, é importante ter cuidados na hora de escolher o seu fornecedor. Afinal, não é porque o produto é natural e renovável que ele pode ser extraído da natureza de qualquer maneira. Para atestar-se do licenciamento do material é preciso conferir o Documento de Origem Florestal (DOF).

Também é importante saber como armazenar o material, para que ele não perca sua qualidade e características naturais.

Para saber mais sobre a gestão de suprimentos na construção civil, leia: Gestão de Suprimentos na Construção Civil

 

Deixe uma resposta