Diário de Obra: o que é e para que serve

Diário de Obra: o que é e para que serve

O diário de obra é um relatório de tudo o que acontece durante o desenvolvimento de um projeto de construção. Mas você sabia que além de um processo obrigatório ele também é uma grande ferramenta de gestão?

Continue lendo este artigo e entenda a importância do diário de obras para o seu projeto.

 

O que é o Diário de Obra?

O Diário ou Livro de Obra é um dos documentos mais importantes da obra. Nele são inseridas diariamente todas as atividades realizadas durante o andamento da obra e também prazos e dias trabalhados. O documento também serve para:

  • comprovar a realização de trabalhos;
  • garantir que padrões técnicos sejam seguidos;
  • registrar condições climáticas;
  • registrar a ocorrência de acidentes;
  • verificar disponibilidades ou ausência de recursos (sejam humanos ou de maquinário),
  • registrar problemas;
  • e muito mais!

Portanto, não trate o diário de obra com uma burocracia, preencha-o corretamente e veja a importância desse documento na gestão da sua construção.

 

Quais dados precisam estar presentes no documento?

O Diário de Obras é regulamentado pela Resolução N° 1.024, de 21 de Agosto de 2009. A resolução define que os seguintes itens devem estar presentes no documento:

  • dados do empreendimento, de seu proprietário, do responsável técnico e da respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica;
  • datas de início e de previsão da conclusão da obra ou serviço;
  • datas de início e de conclusão de cada etapa programada;
  • a posição física do empreendimento no dia de cada visita técnica;
  • orientação de execução, mediante a determinação de providências relevantes para o cumprimento dos projetos e especificações;
  • nomes de empreiteiras ou subempreiteiras, caracterizando as atividades e seus encargos, com as datas de início e conclusão, e números das ARTs respectivas;
  • acidentes e danos materiais ocorridos durante os trabalhos;
  • períodos de interrupção dos trabalhos e seus motivos, quer de caráter financeiro ou meteorológico, quer por falhas em serviços de terceiros não sujeitas à ingerência do responsável técnico;
  • as receitas prescritas para cada tipo de cultura nos serviços de Agronomia;
  • outros fatos e observações que, a juízo ou conveniência do responsável técnico pelo empreendimento, devam ser registrados.

 

Mas como eu preencho o diário?

O registro pode ser realizado de diferentes formas, algumas empresas utilizam até mesmo softwares para este fim. O mais importante é que o documento seja preenchido todos os dias.

Mas isso não significa que você precisa andar com um livro enorme por aí, os registros podem ser feitos de maneira separa e depois compilados.

Dessa forma, os encarregados pelo diário devem preenchê-lo com as informações sobre as atividades realizadas durante o dia e, posteriormente, entregar o documento para o responsável por agrupar todas as informações em um único diário de toda a obra.

O preenchimento do diário deve ser feito por um técnico ou engenheiro designado para tal, desde que sempre sejam seguidas as orientações do engenheiro responsável pela obra.

 

Vantagens do Diário ou Livro de Obra:

O Diário de Obras pode ser um grande aliado na hora de acompanhar os processos de seu projeto e pode ser também uma fonte de aprendizado. Afinal, uma vez que tudo é documentado você terá controle de seu processo e poderá até mesmo identificar pontos de melhoria.

Mas, além disso, o diário permite que você tenha de forma organizada e em ordem cronológica todas as informações da construção, o que facilita o acompanhamento de prazos e produtividade.

Outra vantagem do diário é o fato de que caso o cronograma atrase será possível justificar os motivos, sejam eles motivos climáticos, acidentes ou condições imprevistas.

Além disso, o diário identifica os responsáveis por processos e pelo andamento da obra, o que por si só já aumenta o senso de responsabilidade e motiva a produtividade da equipe.

Por fim, o documento também gera mais transparência no processo, uma vez que, geralmente, ele é impresso em 3 vias. Uma via é do canteiro, a outra vai para o cliente e a última costuma ficar com a própria construtora.

Quer receber mais conteúdos como esse? Curta nossa página no facebook e acompanhe nossas postagens!

One thought on “Diário de Obra: o que é e para que serve

Deixe uma resposta