Construção Civil Sustentável: impactos e resultados

Construção Civil Sustentável: impactos e resultados

A sustentabilidade vem ganhando cada vez mais espaço dentro da construção civil, seja na própria construção de empreendimentos ou em atividades dentro deste processo. Por isso, neste artigo vamos explorar o que é a construção civil sustentável, seus impactos e resultados.

Mas antes, veja o que pode ser considerado uma obra sustentável:

 

A construção civil sustentável

Uma obra sustentável é aquela realizada de modo que o meio ambiente sofra o menor impacto possível. Dessa forma, durante todo o andamento do projeto é importante que:

  • os bens naturais sejam protegidos; 
  • resíduos não sejam descartados de maneira inapropriada;

É importante que a obra utilize de tecnologias para evitar desperdício de energia, tenha responsabilidade social e respeite a comunidade local.

Além disso, existem outros fatores que devem ser levados em consideração na hora de analisar a sustentabilidade de uma obra, são eles:

  1. fatores ambientais;
  2. econômicos;
  3. sociais.

Afinal, a maneira como a obra será construída, a gestão do canteiro, gestão de colaboradores e até mesmo os materiais utilizados terão impactos sobre o planejamento da obra. Ale´m disso, tem também impacto direto sobre a sociedade.

 

Dicas para uma construção sustentável

É fato que não são poucos os fatores que fazem da sua obra um projeto sustentável, mas há medidas que podem ser tomadas. Logo, a sustentabilidade de uma obra deve ser pensada na fase de planejamento e levada até a fase de execução, pois é justamente durante a execução que as práticas sustentáveis devem entrar em ação.

Quando uma obra não é preparada para ser sustentável desde o início não significa que ela jamais será. O problema é que neste caso serão necessários recursos e ferramentas extras para garantir a sustentabilidade da construção.

Veja agora algumas dicas que podem ajudar na sustentabilidade do seu projeto de construção:

  • Gestão inteligente de recursos (energia e água);
  • Usar madeira reflorestada ou madeira plástica (quando possível),
  • Lâmpadas de LED;
  • Adotar vasos sanitários que utilizem menos água;
  • Uso de energia solar;
  • Adotar técnicas de responsabilidade social que incluem também pagamento de tributos e capacitação de pessoas;
  • Gere o mínimo de resíduos; 
  • Utilize material sustentável sempre que possível.

A lista acima envolve materiais e processos, mas cabe ao gestores do projeto avaliarem o que será mais adequado de acordo com cada situação. Além disso, algumas substituições podem ter menor custo do que itens presentes em projetos que não tenham a premissa sustentável.

As lâmpadas de LED, por exemplo, duram mais que as incandescentes, gerando uma economia significativa a longo prazo.

 

Todo projeto sustentável é igual?

Não. Na verdade todo projeto é diferente e possui características específicas. Isso também é válido para projetos sustentáveis, que podem ser: totalmente, parcialmente ou apenas ter elementos sustentáveis. O que irá definir a categoria da obra é o seu planejamento, tecnologias, técnicas, materiais e boas práticas aplicadas.

Para garantir que uma obra seja totalmente sustentável é possível solicitar algumas certificações ambientais ou selos que atestem que a construção segue os requisitos de uma obra sustentável. Mas, para isso, é preciso que seu projeto seja bem planejado e atenda as regras do selos e certificações. 

 

O investimento em uma obra sustentável

Uma obra sustentável traz diversos benefícios para a empresa e também para a sociedade, gerando também credibilidade para a empresa e profissional. Para isso, é preciso realizar investimentos em planejamento, capacitação de pessoas e materiais.

Na maioria dos casos o valor investido acaba sendo recuperado com a reutilização de materiais e nos menores custos da construção. Ou seja, o processo é compensatório.

Se você quer saber mais sobre as tendências do setor, curta nossa página no facebook e fique por dentro de todas as novidades.

Deixe uma resposta