A importância da Gestão de Projetos na Construção Civil

A importância da Gestão de Projetos na Construção Civil

Como a gestão de projetos na construção civil pode ser um importante agregador de valor e garantir o cumprimento do planejamento? Isso é o que vamos apresentar neste artigo.

A Gestão de Projetos consiste em aplicar diversas técnicas para que um projeto tenha sucesso e está presente desde a elaboração, execução do planejamento e controle de resultados de um projeto.

Na Construção Civil também é preciso ter cuidado do início ao fim gestão de cada obra/projeto, porém, não são todos que reconhecem essa importância e sabem como adaptar métodos e processos para essa área.

Com a Gestão de Projetos as chances de que orçamento, prazos e diversas etapas da construção civil sejam concluídas com maior êxito são maiores. Além disso, o gerenciamento de projetos ajuda na hora de aplicar novas tecnologias e coordenar recursos.

Em suma, a Gestão de Projetos, quando bem aplicada, pode ser uma aliada na hora de conquistar competitividade no mercado. Veja como:

Benefícios da Gestão de Projetos para a Construção Civil

O gerenciamento de projetos permite que diversos recursos (financeiro, material e humano) sejam utilizados da melhor maneira durante a construção de uma obra.

Todas as fases da obra devem ser levantadas, planejadas e analisadas pelo gestor. Assim, cada fase deverá possuir mecanismos de controle a curto e médio prazo para que a prevenção de riscos seja realizada e os possíveis impactos, seja de atraso ou custos “inesperados”, previstos e analisados.

Os principais benefícios da Gestão de Projetos (GP) para a Construção Civil, são:

  • Redução de custos;
  • Controle de recursos;
  • Previsão de necessidades e imprevistos;
  • Cumprimento de prazos e orçamento; e
  • Maior competitividade no mercado.

Para que essas vantagens sejam alcançadas é preciso um bom planejamento e também de acompanhar as diversas fases do projeto.

A Gestão de Projetos na Construção Civil

Na iniciação de um projeto o gestor deve possuir em mente os fatores que envolvem custo, tempo e limitações da obra. A GP deve estar presente na estrutura de processos e na própria gerência de uma obra, só assim os benefícios acima serão alcançados. Para isso, algumas coisas precisam estar bem claras na etapa de planejamento:

  • Objetivos;
  • Dificuldades;
  • Melhores fornecedores;
  • Prazos;
  • Serviços terceirizados;
  • Custos;
  • Mão de obra; e
  • Prevenção de riscos.

Ps.: lembre-se que os conceitos devem ser adaptados para a realidade de sua obra.

Especificidades da Construção Civil

No caso da Construção Civil, outras particularidades devem ser levadas em consideração: cada obra é única e as fases de produção são diferentes, por isso, processos devem ser padronizados para garantir a produtividade de colaboradores. Além disso, do fato da prevenção de risco ser mais complexa requer maior atenção para ela.

Ou seja, em um obra, a gestão de projetos também deve levantar:

  • Logística de materiais;
  • Uso de equipamentos;
  • Questões de segurança do trabalho;
  • Acesso aos locais e mapeamento de locais de risco; e
  • Padronização de processos.

Recursos Humanos

A gestão de pessoas é outro ponto importante a ser considerado. As empresas devem oferecer um bom plano de carreira e incentivar a capacitação de funcionários. Dessa forma, a rotatividade será menor e as pessoas cada vez mais produtivas, o que contribui para o projeto como um todo.

Execução do projeto

Durante o andamento da obra será monitorado se tudo está acontecendo de acordo com o planejado. Além disso, caso algo ocorra é fundamental que isso já tenha sido previsto. Este também é o momento para avaliar se recursos estão sendo desperdiçados.

A Gestão de Projetos agrega valor

O gestor de projetos deve agregar valor para a sua obra, aprimorar o desempenho e conquistar a confiança do time. Esses resultados podem ser alcançados através da padronização de gestão das obras e inserção de novas tecnologias de acordo com a necessidade e realidade de cada empresa.

Logo, é preciso ter metas realistas e realizar uma análise da capacidade da empresa de investir em cada novo projeto, assim as empresas ganham mais segurança no modo de alcançar resultados.

Leia também: Equipamentos para obras: comprar ou alugar?

Deixe uma resposta