8 Ineficiências da Indústria da Arquitetura (e possíveis soluções)

8 Ineficiências da Indústria da Arquitetura (e possíveis soluções)

Matthew Rosenberg identificou recentemente as 8 maiores ineficiências da indústria da Arquitetura e do Design visão dele além de uma solução para cada uma delas.

Toda indústria tem sua parcela justa de ineficiências que podem sufocar a produção. Mas de vez em quando aparece alguém que não só identifica os problemas, como também oferece soluções. O mundo da arquitetura e do design não é imune às ineficiências. Entretanto, Matthew Rosenberg, fundador da M-Rad Architecture, tem algumas ideias sobre como consertar esse sistema quebrado.

“Você nunca se banha no mesmo rio duas vezes, porque as coisas mudam, o que mantém tudo fresco e interessante”, explica Rosenberg. “O mesmo vale para o campo de arquitetura e design, onde por muito tempo o rio estava parado, ficando estagnado. Nosso modelo de negócios e soluções propostas estão ajudando a torná-lo fluindo mais uma vez”.

8 Ineficiências da Indústria da Arquitetura (e possíveis soluções)

Rosenberg identificou 8 grandes ineficiências na indústria da arquitetura e design, bem como uma solução para cada uma delas. Elas incluem:

Captação de Projetos e Remuneração

 

PROBLEMASOLUÇÃO
Mediadores de Projetos. Pagar um intermediário para encontrar projetos tira receitas para o arquiteto.Corte o intermediador, formando relações diretamente com desenvolvedores e clientes.
Designers e arquitetos mal-pagos e sobrecarregados de trabalho. A indústria da arquitetura é conhecida por salários baixos, carga de trabalho pesada e prazos estressantes até que você chegue ao topo.Permita que designers e arquitetos tenham participação financeira justa em seus projetos.

 

Comunidade e Mercado

 

PROBLEMASOLUÇÃO
Projetar o empreendimento independentemente das necessidades da comunidade. Quando as empresas de arquitetura projetam um edifício para um cliente sem considerar as necessidades e desejos da área vizinha, o projeto pode não beneficiar a comunidade ou o cliente.Use um posicionamento tático para entender o que falta na comunidade e incorporar essas ideias no projeto.
A indústria é fortemente dependente de mercados imprevisíveis. Com o marketing imobiliário e o custo de vida em constante fluxo, é difícil prever a estabilidade do setor, que depende do status financeiro do cliente.A consistência, os movimentos comerciais estratégicos e o controle dos mercados permitem que as empresas de arquitetura e design sejam proativas e mudem sua prática para se adequarem melhor à economia.

 

 

Burocracia e Política

 

PROBLEMASOLUÇÃO
Processo de planejamento urbano e restrições. Aqui se encontra uma das grandes ineficiências na indústria da arquitetura. Às vezes, criar ou construir estruturas leva muitos anos, já que ficam presos aos processos de planejamento urbano dos municípios. Um pequeno erro pode render um atraso de meses ​​ou até mesmo anos ao projeto.Pode ser difícil contornar ou acelerar a burocracia de planejamento urbano, mas estar envolvido na comunidade e participar de reuniões da prefeitura pode ajudar a melhorar o processo.
Política dentro da indústria. Existe política em todas as indústrias, mas quando milhões de reais estão envolvidos, as expectativas são altas e os egos podem entrar no caminho do negócio. Os elementos políticos na arquitetura podem ficar pegajosos.Mantenha-se profissional e só feche parcerias e trabalhe com pessoas de reputação positiva.

 

 

Responsabilidade e Ética Profissional

 

PROBLEMASOLUÇÃO
O escopo do arquiteto está se tornando menor. Os avanços tecnológicos exigem edifícios mais complexos, o que provoca aumento de responsabilidade. Isso leva os arquitetos a distribuir elementos do processo de design para “especialistas em seu campo”, afugentando a responsabilidade e os lucros do arquiteto.Aumentar o alcance do arquiteto.
Roubar propriedade intelectual. É difícil determinar quando um desenho é roubado ou original.Nenhuma solução real. Pode-se tentar evitar que o seu projeto seja roubado. Possuir marca registrada, manter registros, fotografar o progresso do projeto, certificar o design e tomar cuidado ao liberar projetos para exibição pública são algumas das estratégias a serem utilizadas.

 

 

Na nossa empresa, vamos sempre longe quando se trata de determinar soluções eficazes para as ineficiências dentro do campo de arquitetura e design, acrescenta Rosenberg. “Ao fazer essas mudanças, estamos beneficiando tanto aqueles que trabalham na área, como aqueles para os quais construímos os projetos. É uma vitória para todos quando buscamos criar a arquitetura mais eficiente possível.”

A empresa de Rosenberg tem uma de criar melhores comunidades, bairros e cidades. Seu modelo inclui uma abordagem multifacetada que começa com pré-arquitetura, mantém durante a fase de arquitetura e continua durante a pós-arquitetura.

 

Deixe uma resposta