3 Importantes Tendências para Novos Hospitais

3 Importantes Tendências para Novos Hospitais

O setor de saúde no Brasil tem enfrentado constantes problemas. Isso porque mesmo com a demanda crescendo cada vez mais, faltam recursos para que instalações médicas possam ser construídas de maneira eficaz. Por conta disso, empresas do segmento tem apostado em algumas tendências para construção de hospitais que tem surgido em outros países..

Essas novidades têm como base uma série de estudos que mostram maneiras de atender as demandas da população de forma mais otimizada. Elas também levam em conta as mudanças na área de saúde, como, por exemplo, o aumento no tempo de permanência em hospitais e o crescimento na procura por tratamentos especializados.

Essas tendências também são inspiradas em um novo cenário nacional e mundial. Hoje, por conta do aumento da longevidade da população, as pessoas estão utilizando serviços médicos por mais tempo. Isso sem contar o aumento da procura por empreendimentos especializados em doenças e distúrbios específicos.

Logo, as empresas do ramo precisam procurar por soluções eficientes mas que tenham um custo mais acessível.

 

O surgimento de novas tendências construção hospital reflete o cenário atual do país

 

hospital

A crise econômica afetou todos os setores do Brasil, incluindo o de saúde. Basta uma olhada rápida nos números de planos de saúde e serviços particulares. É notável que esse evento afetou profundamente a lucratividade e os investimentos de empresas do ramo.

Empreendimentos do gênero estão sentindo na pele os mesmos problemas de seus clientes. Faltam recursos para que soluções possam ser implantadas e para que o atendimento continue sendo feito com a mesma qualidade. Assim, mudanças profundas são extremamente necessárias para que a qualidade se mantenha.

Basicamente, os prestadores de serviço de saúde precisam otimizar os processos de construção de instalações médicas controlando os custos. Para isso, é essencial que essas empresas sigam três tendências para construção de hospitais.

 

3 Importantes Tendências para Novos Hospitais

 

Cada uma delas leva em conta as necessidades atuais da população bem como o cenário do setor de saúde. Elas têm como objetivo criar espaços mais eficientes que consigam suprir as demandas da população e com custos bem menores.

 

Criação de espaços específicos, fora dos hospitais, para a prestação de serviços ambulatoriais

 

A primeira é a separação dos ambientes para serviços ambulatoriais dos departamentos de cuidados primários, emergência e urgência. Isso acontece justamente porque a demanda por esses procedimentos está aumentando. Assim é necessário um espaço próprio para o atendimento dos pacientes.

Segundo especialistas, ao mesmo tempo que os ambientes ambulatoriais terão que sair dos hospitais e ganhar espaços próprios, os centros de cirurgia e imagem terão que integrar hospitais maiores de maneira conjunta.

Essa medida é essencial não só financeiramente, mas, estruturalmente falando. Com o crescimento urbano e a procura por espaços dentro de cidades, ficará mais difícil construir instalações médicas grandiosas. Será essencial criar edifícios compartilhados, mas de menor porte que comportem diferentes tipos de departamento.

Contudo, isso não quer dizer que os hospitais estão acabando. Na verdade, o que está acontecendo é uma mudança de layout.

 

Foco na integração de sistemas médicos

 

A integração é mais uma das tendências para construção de novos hospitais. Ela se deve justamente por conta da necessidade de agilização de processos, bem como o crescimento de diferentes tipos de demandas dentro do setor de saúde. Agora, os centros médicos são encorajados a realizarem mais aquisições e fusões de equipes médicas.

Essa tendência acaba indo de encontro com a anterior, que é a criação de locais de tratamento fora do hospital. Dessa maneira, os sistemas de saúde conseguirão fornecer atendimentos e cuidados mais eficientes para os clientes que necessitam de uma atenção diferenciada.

Dentro desse contexto de integração, os registros médicos digitais se tornam itens indispensáveis. Isso porque, por conta da criação de espaços fora do hospital para o tratamento de especialidades, é essencial que os médicos possam acessar prontuários de qualquer lugar, até mesmo de dispositivos móveis. Isso requer uma preocupação com a infra-estrutura de tecnologia das construções, como por exemplo a previsão de espaços para servidores e cabeamento de rede.

 

Realocação de serviços e mudança na organização hospitalar

 

Por fim a última das tendências é a realocação de serviços. Conforme ressaltado acima, as mudanças nas necessidades médicas da população estão exigindo que hospitais foquem seus cuidados em determinados departamentos, e separem aqueles que necessitam de atenção diferenciada.

Dentro desse contexto, a realocação de serviços, bem como a mudança na estrutura hospitalar são extremamente necessárias. Isso porque com a saída de procedimentos ambulatórias dos hospitais e a centralização de procedimentos cirúrgicos e de imagem dentro desses espaços, é necessária uma nova forma de estruturação do atendimento e espaço.

Especialistas apontam por exemplo a necessidade de se pensar novas maneiras de organização de leitos. Ao invés da separação por departamentos, o recomendado seria levar em conta os diagnósticos, dos mais leves aos mais graves. Nesse caso, aqueles pacientes que necessitam de cuidados mais específicos ficariam reunidos em departamentos especiais.

Essa seria uma medida de otimização tanto de equipe como de recursos. Uma vez que os pacientes graves e com permanência longa no hospital são centralizados, não há a necessidade de deslocamento constante, o que permite uma redução de custos operacionais.

Todas essas tendências levam em conta as necessidades atuais da sociedade. Hoje, as pessoas estão vivendo cada vez mais e suas necessidades médicas irão se tornar mais prolongadas.

Consequentemente, para conseguir atender a todos com qualidade, os empreendimentos médicos precisam se adaptar.

Você concorda com essas tendências? Deixe o seu comentário!

 

2 thoughts on “3 Importantes Tendências para Novos Hospitais

Deixe uma resposta