10 Dicas de Segurança para a sua Obra

10 Dicas de Segurança para a sua Obra

Existem grandes chances de que ocorram acidentes durante o andamento de uma obra. A boa notícia é que separamos 10 Dicas de Segurança para a sua Obra pra te ajudar. Com elas, é possível reduzir de maneira considerável esse risco. Por isso, é importante que as normas de segurança sejam seguidas. E até mesmo os pequenos hábitos observados e ajustados.

Para manter a segurança no canteiro de obras é preciso ter atenção constante. Afinal, uma obra sem prudência pode levar à perda humana e financeira, além de gerar problemas legais e questões trabalhistas.

Também é preciso estar atento: a segurança no canteiro de obras é responsabilidade de todos, mas é papel do gestor organizar e cuidar do processo de andamento obra.

Separamos 10 dicas para melhorar a segurança da sua obra e te ajudar nesse processo, confira:

10 Dicas de Segurança para a sua Obra

1. Não permita pessoas negligentes

Para que uma obra seja segura é preciso que haja responsabilidade em todos os níveis. Colaboradores que se recusam a utilizar os equipamentos de segurança e não seguem as boas práticas para uma rotina segura devem ser treinados para tal.

Caso as práticas ruins continuem esses colaboradores devem ser afastados, afinal, estarão colocando a própria vida e a de terceiros em risco.

2. Planeje-se para tudo

Tudo começa no planejamento e a segurança deve estar presente desde orçamento até o planejamento do canteiro. Dessa forma, para que a segurança dos colaboradores seja garantida e o cronograma do projeto seguido, é preciso ter ter um levantamento de riscos antes do início do projeto.

Além disso, informações como: quais materiais serão usados, locais de passagem, sinalização necessária, estoques, equipamentos e diversos outros fatores são importantes para o desenvolvimento seguro da obra.

3. Cumpra regras de segurança

Existem Normas Regulamentadoras (NR) para a segurança e medicina do trabalho. Portanto, é preciso que o gestor da obra esteja atento a elas e não permita o seu descumprimento por parte de colaboradores.

4. Crie uma CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes)

Segundo a NR 5, a CIPA deve ser composta representantes do empregador e dos empregados e tem como função prevenir acidentes no ambiente de trabalho. Ou seja, essa comissão deve identificar possíveis riscos durante o processo de trabalho na obra, elaborar mapas de risco e também inspecionar as condições de trabalho. Assim sendo, a CIPA é uma forma de trazer melhorias e diminuir os riscos de acidentes na obra.

5. Exija que os colaboradores usem os EPIs

A lei exige que as empresas forneçam o Equipamentos de Proteção Individual e que os colaboradores os utilizem. Os EPIs podem prevenir diversos acidentes e tem custo baixo, por isso, todos devem utilizá-los na obras. É importante que o gestor tenha o cuidado de adquirir os equipamentos de proteção individual certificados.

Os principais EPIs para obras são: capacete de segurança, protetores auditivo, botinas, óculos de proteção, luvas e máscaras.

6. Treine e capacite colaboradores

Somente oferecer equipamentos de proteção não é o suficiente. Também é preciso oferecer treinamento para que seu time saiba utilizá-los e criar campanhas de conscientização sobre a importância do uso dos EPIs.

Caso necessário, realize também o Diálogo Diário de Segurança (DDS), processo onde há uma reunião diária com a equipe e instruções básicas sobre segurança são passadas aos colaboradores.

7. Atenção aos equipamentos

Aqui não estamos falando somente do EPIs. De maneira geral, todos os equipamentos e máquinas devem passar por manutenções preventivas para que seu funcionamento seja garantido.

8. Obra organizada e limpa

Com seu time devidamente equipado e treinado, é importante monitorar o canteiro de obras para que entulhos não fiquem espalhados. E sim, o simples fato de instruir colaboradores para que mantenham o próprio local de trabalho limpo e organizado pode prevenir diversos acidentes.

9. Sinalize

A precaução deve estar presente em todos os processos da obra. A sinalização não só orienta os colaboradores sobre locais de passagem, como também informa os transeuntes sobre o local. A sinalização também auxilia na organização e prevenção de acidentes da obra.

10. Não tenha medo de solicitar a ajuda de um especialista

Os especialistas em segurança do trabalho podem ajudar os gestores da obra a definirem quais os EPIs mais adequados, ajudar no processo de sinalização e organização e também podem apontar pontos de melhoria em seu canteiro. Portanto, caso necessário não deixe de contratar um técnico em segurança do trabalho.

Curtiu as dicas? Então aproveite para nos seguir em nossas redes sociais, sempre postamos nosso conteúdo por lá.

Deixe uma resposta